Governo quer fim de fumódromo e cigarro mais caro

O governo federal retomou uma discussão polêmica, mas considerada essencial por especialistas: a necessidade de aumentar o preço do cigarro e, principalmente, a fixação de um valor mínimo por maço. Além de reiniciar o debate sobre o aumento de preços no Ministério da Saúde e entre a equipe econômica, o Executivo prepara-se para encaminhar ao Congresso Nacional um projeto de lei que proíbe até mesmo os fumódromos em locais públicos e particulares.


As medidas fazem parte de programa para tentar conter a disseminação do tabagismo, principalmente entre jovens. A elevação dos preços seria uma forma, já que existe uma extrema facilidade de se comprar cigarros. Na última comparação de preços, o país ocupou o 6º lugar no ranking de cigarros mais baratos do mundo. Alguns setores do governo sustentam que o aumento de preço pode elevar a sonegação e o contrabando. Em 2007, o governo aumentou o imposto que incide sobre o cigarro. Mas o aumento da carga tributária não elevou o preço do produto.

Além da discussão sobre os preços, a política antitabagista espera agora contar com o fim dos fumódromos. O projeto de lei foi encaminhado na semana passada para a Casa Civil. A proposta do governo retira parte do artigo 2º da Lei 9.294/96. O texto proíbe fumar em recinto coletivo, privado ou público, salvo em área destinada exclusivamente a esse fim. O governo quer retirar essa parte que prevê a exceção até mesmo fumódromos instalados em empresas.

O projeto de lei dos fumódromos deverá ser encaminhado em regime de urgência. Mas a proposta deve enfrentar resistência do lobby da indústria do cigarro. No passado recente, a indústria mostrou força política no Congresso, sobretudo no episódio da ratificação da Convenção Quadro do Tabaco. O Brasil foi um dos primeiros a assinar o acordo, mas demorou dois anos para ratificá-lo. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

Fonte : Yahoo Notícias

Bem como sou palpiteira, ai vai minha opinião hehe:

Mas será que isso adianta?

Vemos propagandas de cigarros embutidas em tudo que é lugar: novelas, BBB, etc. Quem não lembra do Diego Alemão e outros que apareciam só fumando no BBB?

Sempre mostram pessoas bonitas, saudáveis, dando a sensação de liberdade e prazer ao se fumar. Como diriam na novela, parece que fumar é “chique de doer”.

Quem está no vício quer nem saber, fica sem comer mas compra o “bendito” cigarro….

Acho que deveria era haver uma campanha permanente de conscientização … Atacar o problema pela raíz.. Fazer com que a pessoa não entre no “maledito” vício.

3 Respostas

  1. Espoleta.

    Nos EUA você só vê propaganda de cigarro nas corridas de carro. Nos mercados, somente os funcionários tem acesso aos maços, que ficam geralmente escondidos do público.

    Até mesmo nos filmes o cigarro foi banido…outro dia escutei uma inacreditável. Relançaram uns vídeos antiquíssimos da “Vila Sésamo”, seriado produzido para crianças dos anos 70. Na capa puseram um selo “Somente para adultos”. Um dos motivos desse aviso é a presença de um boneco fumando.

  2. Em alguma coisa os EUA tinham q mostrar q é de 1º Mundo…

    Se bem q o vício do cigarro acho q foi espalhado pelo mundo pelas indústrias e filmes americanos 🙂

    Assim como os EUA são os maiores poluidores do mundo,tentaram esconder isso e nada querem fazer hehe

    O 3º mundo é o depósito de dejetos dos EUA…

    Igual os lixos atômicos Angra I, Angra II e Angra III lá no RJ…. Pagou-se pelo lixo atômico dos EUA rs

  3. Juro que vou fazer um post sobre charutos cubanos e tals. 🙂

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: