Economize dinheiro : evite roupas com nanopartículas

Ah, o mundo da propaganda é tão perfeito. Tudo é limpo, simétrico, uniforme. Vemos carros acelerando à vontade sem congestionamentos, pessoas com corpo perfeito, famílias sempre felizes e até mesmo pessoas doentes sorrindo para a câmera enquanto seguram uma caixa de remédios. Hoje eu gostaria de dar um alerta sobre um produto que cai como uma luva nesse universo : nanopartículas.

 

Vocês já viram roupas que usam nanopartículas ? Por exemplo, meias que diminuem a produção de odores, camisas que não sujam, etc. ? O apelo por esse tipo de produto é enorme e envolve cifras bilionárias no mercado consumidor. Quem não gostaria de ter roupas autolimpantes no armário ?

Bem, pesquisadores da universidade estadual do Arizona (EUA) recentemente anunciaram que meias tratadas com nanopartículas, apesar de funcionarem, ao serem lavadas pela primeira vez perdem uma quantidade substancial de metal prata. Em outras palavras, não somente sua eficácia diminui logo na primeira lavagem, como é um material poluente pois a água usada provavelmente terminará em córregos e rios, afetando diretamente populações de micróbios benignos, algas e peixes. 

Paul Westerhoff e Troy Benn verificaram que meias de marcas diferentes emitiram quantidades de prata também diferentes, sugerindo que alguma etapa do processo industrial pode ser melhorada a fim de diminuir esse impacto. Durante uma sessão no encontro da sociedade americana de química realizada em New Orleans no dia 6 de abril último, os autores apresentaram os resultados de sua pesquisa juntamente com um alerta :

“Nosso trabalho sugere que grupos de consumidores precisam começar a pensar sobre essas coisas. Deveriam existir normas específicas definindo padrões de qualidade nesses produtos”.

Na minha modesta opinião, “novidades” só contribuem para o bolso de quem as vende. Fica a sigestão : economizem dinheiro na próxima visita às lojas evitando etiquetas com tecnologias sem preocupação ambiental (afinal de contas, você também vive nesse ambiente).

Obs. O mesmo vale para outros produtos como, por exemplo, mamadeiras plásticas (!). Ultimamente o mercado está cheio dessas mamadeiras com visual e cores modernas. O problema é que está provado que em contato com água, elas emitem Bisfenol-A, composto químico notoriamente responsável por afetar a saúde de animais recém-nascidos em laboratório. Outra tragédia é que ao serem lavadas com água quente, a emissão de partículas aumenta em até 10 vezes. 

Uma resposta

  1. Benvindo ao mundo real! Não tinha uma propaganda Monsanto like prá anexar nesse post?🙂

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: