Fábulas de Esopo

Escritor de muitas fábulas, o hipotético Esopo teria vivido no século 6 antes de Cristo, e teria sido um escravo na Grécia Antiga, capturado em uma guerra. Há relatos sobre suas origens mas Esopo é mais uma lenda do que alguém que realmente tenha vivido.

O que não dá para negar é que há mais de 300 histórias, com características semelhantes, que podem ter sido escritas ou reescritas e divulgadas por ele. Suas histórias envolviam animais e sempre terminavam com uma moral: relacionada, claro, com os seres humanos. A moral, no caso, é devida ao fato das histórias conterem conceitos sociais, objetivos de vida e alguma conceituação física da natureza. Esse também é um legado da cultura grega que tem sido passado através de gerações até os tempos de hoje.

Jean de la Fontaine, grande poeta e fabulista francês, considerado o pai da fábula moderna, teria adaptado várias fábulas de Esopo, fazendo-as conhecidas no mundo ocidental. Algumas fábulas escritas e reescritas por ele são: A Lebre e a Tartaruga, O Leão e o Rato, A Raposa e as Uvas, O Homem, o Menino e a Mula, O Leão e o Rato, e o Carvalho e o Caniço.

Algumas das fábulas podem ser encontradas no wikipedia e no site do Universo Online (em Português), e outras no Projeto Gutenberg (em Inglês).

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: