Dualidades jornalísticas

É por isso que eu entendo as pessoas que reclamam à respeito dos sites brasileiros não serem confiáveis. Essa saiu na Folha de hoje (15-Set-2008) com minhas anotações em vermelho :

Por que o Portal UOL restringe conteúdo gratuito ?

Essa é uma questão que volta e meia me chamava a atenção. Algumas matérias do UOL são traduções (algumas vezes parciais) de artigos publicados e distribuídos gratuitamente pela internet na íntegra. Por que então remeter o leitor à irritante página “Área de Acesso Exclusivo Para Assinantes” ? Que informação adicional o UOL dispõe para que a matéria seja paga ? Será a tradução integral ou apenas o atalho para a matéria original, sem tradução ?

Submetemos essa pergunta ao ombudsman do UOL uma explicação para esse “pedágio” e cá veio a resposta : Continue lendo

Meu boicote pessoal ao Portal Terra

Desde que passei a escrever nesse blog, vez por outra direcionei críticas ao Portal Terra (1, 2, 3, 4). Hoje baterei novamente na mesma tecla. Continuo meu argumento que se o Portal Terra pretende manter seu espaço no Brasil, é inaceitável que persista em publicar erros de português e notícias com forte teor sexual, violento e apelativo em sua página principal, bem ao lado de seções direcionadas ao público infantil e juvenil.

A direção do Portal precisa entender seu papel na mídia virtual e agir como empresa séria. Percebam que não basta virarmos as costas e ignorar sua existência. O Portal ocupa uma das dez primeiras posições nos endereços mais visitados no Brasil (1, 2). Caso sua visibilidade não fosse grande, a chance de uma criança acessar essas matérias seria pequena, não importando quais fossem as manchetes na primeira página. No entanto, a direção do Portal ignora o bom senso e promove o conteúdo apelativo. Nessa semana, por exemplo, os redatores capricharam nessa estratégia, posicionando atalhos para jogos e referências à “Disney” perto dessas matérias.

.

.

.

.

Continue lendo

Minha campanha retornou : contratem um ombudsman para o Terra

Já se vão alguns meses que deixei de criticar como o site Terra divulga notícias e assuntos de interesse no Brasil. Afinal de contas, os erros em tradução de matérias, matérias com conteúdo sexual, linques para vídeos antigos (colocados como atuais) são tão comuns que eu teria que escrever diariamente sobre eles.

 No entanto, tem dias que eles conseguem ultrapassar qualquer limite. Será que esses sites não entendem seu papel no mundo online ? Na semana passada foi noticiado em vários meios de comunicação a história da garota de programa brasileira que ajudou o FBI a desmascarar um serviço de prostituição de luxo nos Estados Unidos (desde então, ela tem recebido tratamento “VIP” como se fosse a única testemunha num caso enorme como esse). Sexo e fama. Tudo que o Terra precisa para por isso como matéria de capa.

Pobres leitores que foram atrás da matéria jornalística…olha a foto que puseram sobre o assunto. É ou não é uma piada ?

Continue lendo

Mais uma do Terra antes de fechar o ano

Será que o Terra não pode contratar alguém para conferir o que sai na primeira página ? (como mudarão o conteúdo sem aviso, a chamada abaixo trata de uma ganhadora que teve um bilhete premiado roubado)

screenshot_x.jpg

Site Terra e Suas “Notícias”

O site do Terra deveria agir de forma mais responsável se quer ocupar uma posição de respeito no mundo virtual brasileiro. Além do caso anterior comentado aqui, hoje vejo mais um exemplo de desinformação. No caso, a pressa em publicar algo sobre o desejado iPhone resulta em desinformação. As fotos que eu acabei de selecionar foram feitas há pouco menos de 5 min. Continue lendo

Por Favor, Contratem um Ombudsman para o site Terra

A pressa da imprensa brasileira em publicar matérias extraídas da internet é um desserviço aos leitores. O pior dessa situação é que como o conteúdo publicado é “digital”, edições são feitas e os erros são eliminados posteriormente, em geral sem a divulgação devida.

A página do Terra, por exemplo, nessa tarde coloca a chamada de uma notícia nos EUA mostrando que uma adolescente desaparecida foi encontrada viva (foto da esquerda). No entanto, a verdade é que ela foi sequestrada e assassinada. A foto “verdadeira” da matéria é a da direita, publicada pela CNN. Ainda bem que os pais, parentes e amigos da garota não vivem no Brasil, caso contrário teriam notícias falsas, produzidas sem responsabilidade por aqueles que deveriam ser profissionais.