Como minha vida mudou com o Ubuntu

Agora tenho conexão o dia inteiro, minha tela não deixa rastro, não uso soft pirata, instalo o que eu quiser no computador, tenho diversas opções não só de jogos, mas também programas educacionais de todos os tipos, minha área de trabalho é limpa, o sistema operacional é auto-explicativo, a comunidade de usuários é super companheira que ajuda o pessoal a resolver os problemas, consigo fazer coisas sozinha e a atualização é gratuita, entre tantas outras qualidades. Este é o Ubuntu e agora vou contar como ele mudou minha vida computacional.

Continue lendo

Anúncios

Por que algumas pessoas atraem mais mosquitos do que outras?

axillaPara aproveitar a onda do Luiz, me lembrei que saiu uma matéria na Super Interessante deste mês, na seção Superresposta e  resolvi compartilhar com nossos leitores> Porque algumas pessoas atraem mais mosquitos do que outras?

O principal atrator de mosquitos é o suor. Essa atração acontece porque 90% dos nervos das antenas dos mosquitos são dedicados à detectação de substâncias químicas, como o ácido láctico – não por coincidência, presente em nosso suor.

Para nosso azar, outra coisa que alerta os radares desses malditos insetos sanguinários é o dióxido de carbono (CO2), simplesmente o gás que a gente joga no ambiente toda vez que respiramos.

Cuidado com noites quentes: como o calor deixa os mosquitos sedentos, elas costumam ser mais “picantes”. Quem buscar um refresco perto da janela poderá trocar seis por meia dúzia, já que a brisa vai levar os sinais do seu ácido láctico e o seu CO2 pelo ar até o pernilongo. A maioria dos repelentes se vale justamente desse fato: modificam nosso odor, confundindo os sentidos dos insetos.

Fonte: revista SuperInteressante – Edição 261 – jan/2009

Tabela periódica de química grátis

Há várias tabelas periódicas publicadas na internet. Em sua maioria, todas são gratuitas, tendo como melhor exemplo o site WebElements. No entanto, existem outras iniciativas dignas de nota. Hoje fornecemos um atalho para uma tabela em formato Flash, permitindo interação do mouse com cada elemento/grupo químico. É possível, por exemplo, mostrar com um único clique quais elementos compõem majoritariamente a camada terrestre, indicar quais tem maior condutividade elétrica, condução térmica, etc.. Além disso, ao clicar num elemento, abre-se automaticamente uma página no Wikipedia contendo maiores detalhes. Vale a pena a visita.

Tabela

Obs. Um colega me perguntou como imprimir a tabela corretamente já que a posição do mouse muda o elemento escolhido. Após escolher um elemento, digamos Tc, basta apertar o botão direito do mouse (deverá abrir um menu do Windows), mover o mouse para fora da tabela e então apertar o botão esquerdo.

Quem fez a primeira gravação sonora ?

Thomas Alva Edison é lembrado por ter inventado a lâmpada convencional mas poucos lembram que ele também é considerado pioneiro na gravação de som. Isso, porém, está em disputa pois foi encontrado um pedaço de metal contendo uma gravação duas décadas mais antiga que o fonógrafo. Essa gravação não foi feita para ser reproduzida sonoramente, mas sim visualmente, através da invenção do francês Édouard-Léon Scott de Martinville chamada fonoautógrafo. Cientistas do Lawrence Berkeley National Laboratory nos Estados Unidos converteram em som esse documento, provando que gravações musicais foram feitas antes do fonógrafo.

Caso queiram escutar o som (que é um trecho curto de “Au Clair de la Lune”), confiram AQUI.

Mais detalhes no artigo do NYT (em inglês, após inscrição gratuita).

Viaje pelo universo

galaxia.png

Quem é que não ficou fascinado ao ver o céu estrelado quando criança ? (se você vive numa metrópole poluída, espero que tenha tido a oportunidade de visitar ou levar filhos e sobrinhos para algum planetário). A dica de hoje vai para aqueles interessados em conhecer o espaço e o universo que nos rodeia com um mero clique no mouse.

As melhores opções para navegação espacial são : Continue lendo

Você já viu uma PIKA? Sabia que ela pode ter entre 18-20 cm?

Para vc que nunca viu uma pika (bem ela está em extinção) segue ai uma foto:

Pika

(Pensaram maldade né hehe)

Continua…

Umas palavras a favor da CERVEJA

Para quem acha que a cerveja só faz mal, aí seguem alguns de seus benefícios:

1 – Cerveja faz bem aos Ossos

A cerveja é a uma boa fonte de dióxido de silício, mineral que estimula a massa óssea.
A dose diária recomendada de dióxido de silício é de 30 mg.

Enquanto são necessários cerca de 2 l de água para uma dose de 30 a 40 mg de silício, 500 a 600 ml de cerveja (aproximadamente duas latas) contém cerca de 6mg. Isso se a água não fosse tratada com sais de alumínio, como feito atualmente, o que retira o silício da mesma. O silício é absorvido do solo pelos cereais e outras plantas, que dependem da disponibilidade de silicatos para o seu desenvolvimento adequado. O arroz, trigo e a cevada integrais possuem quantidades elevadas do mineral. Ele estimula a formação de colágeno, substância que dá força e flexibilidade aos ossos.

A ingestão do mineral em idades mais jovens parece diminuir as chances de a pessoa vir a ter osteoporose no futuro. Isto porque o silício tem associação com a densidade dos ossos.

(Viva os britânicos do King’s College e do St. Thoma´s Hospital pela descoberta :D)

Bem depois desta descoberta em 2002, em dezembro de 2004 os espanhóis concluíram que a ingestão moderada de cerveja pode ter um efeito positivo nas pessoas que sofrem de osteoporose, pois seu alto conteúdo de flavonóides e seu baixo conteúdo alcoólico favorecem a massa óssea. Estes dados estão entre os resultados do estudo Efeito da ingestão de cerveja na massa óssea em mulheres saudáveis realizado pela Universidade da região espanhola de Extremadura em colaboração com a Universidade da cidade madrilena de Alcalá de Henares.

“Este estudo mostra uma redução na densidade óssea no grupo de mulheres que não tomaram cerveja comparado com o grupo das que o faziam, independentemente da idade e da época reprodutiva”, segundo o professor Juan Diego Pedrera, diretor do Departamento de Enfermaria da Universidad de Extremadura e diretor desta pesquisa.

Na menopausa é reduzida a secreção de calcitonina, hormônio que detém a perda de massa óssea e estimula a formação do osso, e múltiplos estudos constataram que a elevação da calcitonina se relaciona muito positivamente com a ingestão de flavonóides.

Embora com a idade a massa óssea e a ingestão de cerveja se reduzam, o relatório reflete que as mulheres que a tomavam de forma moderada melhoraram a qualidade de seus ossos, independentemente do estado do ciclo reprodutivo em que estavam.

Fontes:
Jornal  O Dia – 29/10/2002
Terra Notícias – 13/12/2004
As fontes de silício (silicatos) em Agronomia.com.br
O arroz integral como uma fonte de Si no Instituto Riograndense de Arroz

2 – Combate infecções e processos inflamatórios

Pesquisa feita por cientistas da Universidade de Innsbruck, na Áustria mostra que a bebida mais consumida no país – a cerveja – pode ajudar a combater infecções e até bloquear processos inflamatórios. Mas a regra é clara: deve ser ingerida com moderação, ou seja, dois copos para mulheres e quatro, para homens.

As substâncias da cevada, que é a base da preparação da cerveja, se assemelham às propriedades terapêuticas encontradas nos vinhos, no chá verde e preto. A gelada ainda proporciona, segundo a pesquisa, efeitos tranqüilizantes no organismo por estimular a produção da serotonina, substância que é um neurotransmissor conhecido como o “hormônio da felicidade”, que afeta o humor e a ansiedade.

Importante, no entanto, é não consumir a cerveja em excesso, já que seria um comportamento propício para aumento de peso, dependência química, impotência sexual e inúmeras desordens físicas e psíquicas. Se associado ao cigarro, favorece o surgimento de doenças ainda mais graves como úlceras e cirrose hepática.

Fonte: Yahoo Notícias – 11/02/2008

3 – É mais limpa que a água

Foi comprovado em pesquisa científica, que se você beber mais de 1 l de água por dia, durante um ano, no final do ano, você terá ingerido mais de 1 kg de coliformes fecais que estão diluídos na água. Já bebendo cerveja, você não corre esse risco, uma vez que coliformes fecais não sobrevivem ao processo de produção da cerveja.

4 – Previne várias doenças

Agora é um português que nos fala da cerveja. O Dr. Manuel Rocha de Melo, da Faculdade de Ciências da Alimentação e Nutrição da Universidade do Porto, debruçou-se sobre as propriedades nutricionais da cerveja e concluiu que contém vitaminas do complexo B, polifenóis, fibra solúvel, minerais e álcool, frequentemente esquecidos pela dieta ocidental, que exercem benefícios na prevenção de várias doenças.

Além disso, o fato de ser pobre em lípidos e açúcares, leva-o a concluir que esta bebida pode ser, se (e apenas se) consumida de forma moderada, integrada numa dieta saudável.

Conheça a composição desta refrescante bebida:

  1. 93% de água. Os adultos necessitam de mais de dois litros de água por dia. Comparada com outras bebidas alcoólicas, a cerveja combate melhor a sede pelo seu alto conteúdo de água, que compensa os efeitos desidratantes do álcool.
  2. Álcool (etanol) 3,4% a 9%. Se for ingerido em doses moderadas, o álcool contribui para evitar a acumulação de gordura nas paredes arteriais.
  3. Carboidratos 2% a 3%. Proporciona cerca de 15 g da maior fonte de energia do corpo humano.
  4. Calorias. 330 ml de uma cerveja normal contêm cerca de 150 kcal (60 a menos do que um refrigerante), com a vantagem acrescida de não provocar cáries, haja vista a muito menor quantidade de açúcar na forma de sacarose ou frutose, entre outras. Com certeza,  9 entre 10 dentistas recomendariam cerveja ao invés de refrigerantes.
  5. Gorduras. Zero… tinha dúvidas??
  6. Magnésio (48 mg, 12% da Dose Diária Recomendada ou DDR) e silício (6 mg). O consumo de cerveja associa-se a uma maior densidade mineral nos ossos, actuando como factor preventivo face à osteoporose.
  7. Potássio (190 mg, 12% da DDR). Compensa a perda excessiva deste mineral através da urina, importante na prevenção das cãibras musculares.
  8. Vitamina B12 (0,8 mcg, 48% da DDR). Produz serotonina e dopamina, as duas substâncias químicas responsáveis pela sensação de bem-estar.
  9. Vitamina B2 – Riboflavina (8% da DDR). Contribui para o crescimento da pele, do cabelo e das unhas e também actua como cicatrizante.
  10. Vitamina B5 – Ácido Panthoténico (4% da DDR). Sintetiza os lípidos e o açúcar dos alimentos. Essencial para digerir as batatas bravas.
  11. Vitamina B3 – Niacina (6 mcg, 8% da DDR). Ajuda a queimar os hidratos de carbono e as gorduras, e atrasa a formação de cabelos brancos.

Fonte: A Xafarica

Será que são necessárias mais razões cientificamente provadas para aprovar o consumo moderado da Loira??
Bora já pro bar!!

(Parcialmente arredondado por Chapado)