Um mês usando a rede 3G da Claro. Ainda vale a pena ?

Já se vai 1 mês desde que passei a usar o serviço 3G da Claro. Apesar de não ter escrito muito por aqui (tive que tratar da locação de uma nova casa e encarar outras aventuras bancárias) creio ser adequado fazer uma atualização das minhas primeiras impressões desse serviço.

Primeiramente, de forma geral não tive muitos problemas. Tive acesso onde queria e a velocidade foi razoável. Certamente economizei uns trocados nas lan-houses do ABC e interior. O maior solavanco apareceu na semana passada quando a configuração do modem Huawei E226 desapareceu sem explicação. Simplesmente sumiu. Nome de usuário, telefone, senha. Decidi então usar o número gratuito 1052 da Central de Atendimento para resolver isso e adivinhem o que rolou ?

Na primeira tentativa, já beirando a madrugada, fui obrigado a escutar uma musiquinha nefasta de espera por 23 minutos. Desisti e tentei no dia seguinte mas a história repetiu-se outras 2 vezes, mesmo tendo selecionado por outras opções no menu (incluindo “tecle 9 para falar com um atendente” e “tecle 1 para roubo ou furto”) tambêm sem sucesso. Numa nova ligação, ao escolher “tecle 6 para reclamações” desligaram a chamada (!). Irônico, para dizer o mínimo.

Não perdi a esportiva e finalmente fui atendido, tendo o problema da configuração resolvido. Conclusão parcial : se precisarem da central de atendimento usem viva-voz para não ficarem presos no telefone. De resto, o serviço continua recebendo minha aprovação e recomendação pela conveniência e confiabilidade (usar celulares 3G como modems não são tão estáveis e resultam num uso intenso da bateria).

Anúncios

Conexão 3G Claro e o interior de São Paulo

Sumido ou não, nos últimos dias tenho usado o serviço 3G da Claro em São Paulo capital e interior. Como estive em deslocamento constante para minha reintegração brasileira, meu tempo para postagens de artigos ficou prejudicada mas isso permitiu testar o serviço em diferentes situações e locais.

De forma resumida, minha experiência tem sido positiva. Testei o acesso na região do ABCD paulista, São Paulo capital, Jundiaí, Itu, Salto e proximidades de Campinas, incluindo um trecho rodoviário (Castello Branco). Em algumas ocasiões notei que a velocidade de conexão diminuiu temporariamente mas logo em seguida retornou à normalidade.

Após usar a linha discada do iG e torrar créditos telefônicos nesses locais, verifiquei que os R$89 mensais (velocidade de download de 512kbps) são um valor justificável para ter acesso à internet. A alternativa seria instalar serviços de banda larga básicos nos diversos endereços, o que facilmente ultrapassaria este preço.

A única falha que achei foi no programa que gerencia o acesso pois é comum ver telas como esta :

claro3g

Quem dera ter taxas de conexões tão boas assim…por enquanto (dez/2008), o serviço da Claro recebe minha recomendação. 🙂

Obs. Tomem as precauções devidas antes de assinar o contrato (que é similar ao plano de celulares pós-pagos exigindo fidelidades superiores a 1 ano). Se conhecerem alguém que já utiliza 3G, testem a conexão nos principais locais de uso para evitar frustrações. Lembrem-se também que a escolha de um serviço mais barato, com menor velocidade de download, permitirá a troca para outro pacote sem custo adicional. No entanto, o oposto não é verdadeiro : você não poderá substituir um pacote mais caro por outro mais barato. Por fim, nenhuma operadora coloca isso nas propagandas mas saibam que a velocidade de UPLOAD é baixa (baixíssima : 128kbps).

Quanto custa um iPhone 3G (preço no Brasil) ?

Prepare seu bolso

(Obs. Leiam também o novo post “iPhone no Brasil : assalto à carteira confirmado“).

Após o anúncio do lançamento do novo iPhone 2.0 (também conhecido como “3G” por conta da opção de conexão mais rápida), centenas de blogs destacaram dois aspectos  fantásticos :

1) O iPhone será vendido em 62 países (incluindo o Brasil através da Claro e Vivo).

2) Seu preço foi dizimado pela metade, implicando que o modelo básico será vendido mundialmente por 200 Dólares.

.

Continue lendo